quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Os celulares nos quais o WhatsApp não funcionará mais neste ano

  • BBC
  • 3 janeiro 2017
Arte do WhatsAppImage copyrightPA
Image captionO aplicativo de mensagens instantâneas vai parar de funcionar em vários sistemas antigos até junho de 2017
Se você usa o WhatsApp, mas não costuma atualizar com frequência o sistema operacional do seu celular, é bom fazer isso logo: em 2017 o aplicativo de mensagens instantâneas vai parar de funcionar em vários sistemas antigos.
O aplicativo anunciou que quer se dedicar "às plataformas de telefones móveis usadas pela grande maioria das pessoas".
Atualmente, o WhatsApp é usado por mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo.
Com a chegada do novo ano, porém, deixou de ser compatível com as plataformas Android 2.1, Android 2.2, iPhone 3GS/iOS 6 e Windows Phone 7.
Já os sistemas operacionais BlackBerry, BlackBerry 10, Nokia S40 e Nokia Symbian S60 só vão continuar sendo compatíveis com o aplicativo até o dia 30 de junho de 2017.

De olho no futuro

"Estas plataformas foram muito importantes na nossa história, mas já não têm a capacidade necessária para expandir as funções do nosso aplicativo no futuro", explicou o WhatsApp em fevereiro do ano passado, quando fez o primeiro anúncio da mudança.
Telefones BlackBerry
Image captionQuando o WhatsApp surgiu, em 2009, 70% dos celulares vendidos eram Blackberry ou Nokia. Mas esse quadro mudou com o passar dos anos
"Se você tem algum dos celulares com os sistemas citados, sugerimos que compre um modelo Android, iPhone ou Windows Phone mais recente antes que 2016 termine, para que possa continuar usando o WhatsApp", foi a recomendação feita à época.
O aplicativo lembrou que quando surgiu, em 2009, "cerca de 70% dos smartphones vendidos tinham sistemas operacionais do BlackBerry e da Nokia".
Mas hoje os sistemas oferecidos por Google, Apple e Microsoft representam 99,5% das vendas do setor.
E a maioria dos sistemas operacionais que vai perder o WhatsApp já não é instalada em novos telefones nem atualizada pelas suas companhias.

Tópicos relacionados

Festa de São Sebastião começa dia 10 em Caicó/RN.

A Festa de São Sebastião, em Caicó, será realizada no período de 10 a 20 de janeiro, com a programação religiosa na capelina do Serrote da Cruz, no alto da Ilha de Sant’Ana. Às 18h30, da terça-feira (10), será a abertura oficial com a passeata, hasteamento da bandeira e missa na Capela, cujo itinerário da passeata começa na praça da Catedral, avenida Seridó, passando pela Ilha de Sant´Ana para subir até o Serrote da Cruz.

Para a programação cultural, todas as noites haverá quermesse ao lado da Capela que no dia 20, data de São Sebastião, ficará aberta das 5h30 às 11h e das 14h até o término da procissão de encerramento da festa. [Fonte: Site Diocese > Confira a programação completada festa]
Foto relacionada à publicação/
arquivo assessorn.com/festa 2015
©2017 www.AssessoRN.com | Jornalista João Bosco Araújo -Twitter @AssessoRN 


--

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017


«

SOS Mulher consegue evitar 10% de casos de novas agressões e tentativas de homicídios  

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016 - 16:52 - 
Os aparelhos eletrônicos do SOS Mulher – que integram o programa do Governo do Estado Mulher Protegida – foram entregues a 226 mulheres que sofreram violência doméstica e que estão sob medida protetiva e risco de morte na Grande João Pessoa e Campina Grande. Desse total, 10% chegaram a acionar a polícia, que conseguiu evitar novas agressões e tentativas de homicídios.
As informações são da coordenadora adjunta da Delegacia Especializada da Mulher de João Pessoa, Renata Matias, que informou que atualmente 98 aparelhos estão ativos. Os dispositivos eletrônicos têm aplicativo com GPS, que auxilia na proteção das mulheres, e são distribuídos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds).
As vítimas podem acionar diretamente o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) e a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em tempo real. “É mais uma ferramenta que ajuda as mulheres que estão ameaçadas e vivem em risco”, disse a delegada Renata Matias.
Uma das mulheres atendidas, Cristina Ferreira (nome fictício), 40 anos, disse que recebeu o aparelho há três meses e estava amedrontada pelos seguidos ataques e ameaças de morte do ex-namorado. “Depois que recebi o aparelho consegui sair de casa e ir para meu trabalho sem medo. Também tive a sorte de acionar o aparelho e ser atendida quando minha casa foi invadida pelo meu ex-namorado. Ele foi preso por tentar entrar na casa e por agressões”, disse.
Segundo a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, a entrega dos aparelhos SOS Mulher integra uma série de ações desenvolvidas pela Seds, por meio do secretário Claudio Lima e da coordenadora das Delegacias da Mulher, Maísa Félix, em parceria com a Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, que tiveram como foco em 2016 o enfrentamento da violência contra mulher.
“Foi um ano com muito trabalho com objetivo de incrementar os resultados na área de enfrentamento da violência. Para isso, houve a implantação do plantão de fins de semana nas delegacias especializadas de Campina Grande e Patos, a abertura das delegacias de Mamanguape e Picuí, além das ações educativas nos canteiros de obras da construção civil, capacitações de policiais e a nossa campanha educativa “Não é não – Contra a Cultura do Estupro”, quando lembramos a população com slogans de que “a mulher não é culpada”, “não julgue a mulher” e “uma ferida que deixa marcas”, afirma Gilberta Soares.
A secretária relembra também o trabalho intenso em parceria com o Movimento de Mulheres do Brejo que resultou na prisão do estuprador de 35 mulheres na região, reuniões mensais da rede de atendimento e ações da polícia na prisão dos agressores, como no último caso da jovem Viviane Crisley, nos Bancários.
Funcionamento do SOS Mulher – O aparelho SOS Mulher é uma das ferramentas de enfrentamento da violência de gênero adotadas pelo programa ‘Mulher Protegida’, que foi idealizado pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social. O programa integra ações das Polícias Civil e Militar, Defensoria Pública, Ministério Público, Poder Judiciário, Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana e demais entes que fazem parte da rede de proteção à mulher. O objetivo é garantir a integridade física, moral, sexual e psicológica de vítimas de crimes previstos na Lei Maria da Penha (Lei 11. 340/2006), amparadas por medida protetiva e que sofrem ameaças e risco de morte.

- Cadastro completo da vítima (dados biográficos padrão, endereço, telefone e e-mail);
- Permite cadastro completo do agressor (dados biográficos padrão, endereço, telefone e e-mail);
- Possui função para visualização e monitoramento em tempo real dos alertas emitidos pelas vítimas;
- Exibe listagem dos alertas com nome da vítima e localização física da mesma;
- Possui opção de exibição dos alertas em mapa.
Fonte: paraiba.pb.gov.br

Consulta ao valor do IPVA 2017 da Paraíba é liberada na internet

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016 - 09:49 -
Os proprietários de veículos no Estado da Paraíba já podem consultar o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) do exercício 2017. A Secretaria de Estado da Receita publicou no Diário Oficial Eletrônico (DOE-SER) a lista com os valores do tributo, que pode ser também acessada no endereço eletrônico via link http://zip.net/bhtzrr
Para identificar o valor do IPVA, os proprietários precisam apenas saber algumas características do veículo como, por exemplo, ano de fabricação e a descrição do modelo para identificar o valor do tributo que será pago em 2017. O IPVA de cada veículo sofre alterações com as especificações de cada um dos modelos, compreendido pelo período de 2002 a 2016.
O valor de mercado de cada veículo foi definido pela pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), tomando como base a pesquisa regional entre setembro e outubro deste ano. Dados do Detran-PB mostram que a frota atual da Paraíba já ultrapassou 1,1 milhão de veículos. As alíquotas do IPVA de 2017 dos veículos permanecem as mesmas deste ano. Os automóveis, motocicletas, micro-ônibus, caminhonetes têm alíquotas de 2,5% sobre o valor venal, enquanto caminhões e ônibus têm alíquota de 1%.
Mudanças no IPVA – O IPVA, que terá uma redução média de 3,7% em 2017 sobre o valor pago este ano, vai sofrer mudanças no calendário e também na emissão do boleto de pagamento no próximo ano. A Secretaria de Estado da Receita ampliou o calendário de pagamento para os contribuintes paraibanos. Agora, os dez números finais de placas serão distribuídos ao longo dos dez primeiros meses do ano de 2017 para efeito de pagamento do tributo.
Ou seja, cada final de placa vai corresponder a um mês do vencimento na opção de pagamento da cota única com desconto de 10% à vista ou então de março a dezembro para aquele que optar pela cota única sem o desconto de 10%. Veja como fica o calendário do IPVA 2017 na íntegra via link abaixo  https://www.receita.pb.gov.br/ser/info/ipva#calendário-2017
Impressão dos boletos – Outra mudança no IPVA 2017 será a forma de emitir os boletos tanto do IPVA quanto do licenciamento. A partir de janeiro de 2017, os boletos do IPVA/licenciamento não serão mais enviados para os domicílios residenciais. A emissão do boleto para pagamento dos tributos será efetuada somente por meio da internet.
O boleto estará disponibilizado no portal da Secretaria de Estado da Receita da Paraíba: www.receita.pb.gov.br, mas também do Detran-PB: http://www.detran.pb.gov.br/. O boleto poderá ser impresso, preferencialmente, em uma repartição fiscal (Recebedoria de Renda ou Coletoria) ou então nas unidades do Detran-PB. O pagamento deve ser efetuado nas agências do Banco do Brasil ou de seus associados e também no autoatendimento.
Detran-PB suspende atendimento – Para realizar aadequação ao novo sistema de emissão de boletos (IPVA e Licenciamento), o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) suspenderá o atendimento ao público no período de 2 a 6 de janeiro de 2017.
Nesse período, o sistema será aperfeiçoado no serviço de emissão de boletos nos portais do Detran-PB e da Receita Estadual. A emissão dos boletos estará disponível via portais para os contribuintes somente a partir do dia 9 de janeiro de 2017 nos endereços www.receita.pb.gov.br, mas também do Detran-PB: http://www.detran.pb.gov.br/.
Isenções em 2017 – Segundo a Receita Estadual, os veículos com ano de fabricação abaixo de 2002 ficarão isentos de pagamento do IPVA em 2017. A legislação em vigor assegura isenção do imposto para proprietários de carros, motos ou qualquer outro veículo com 16 anos completos do ano de fabricação. Contudo, esses veículos não ficarão isentos das demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (Dpvat), licenciamento do Detran e a taxa de bombeiro.
Já os portadores de deficiência física, visual, mental severa ou profunda, ou autista deverão requerer a isenção do IPVA de 2017 até o dia 30 de dezembro em qualquer repartição fiscal do Estado para terem direito ao benefício.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

DA CHUVA QUE SE ESPERA CHEGAR

Por Fernando Antonio Bezerra*

Os dias até que vinham caminhando com certo otimismo em relação ao inverno de 2017, mas na semana passada uma certa apreensão tomou corpo, sobretudo, pela previsão da meteorologia para os próximos meses: “a persistência de águas superficiais anomalamente aquecidas no Atlântico Tropical Norte, no decorrer do próximo trimestre (DJF/2017), como previsto pela maioria dos modelos de previsão climática sazonal, favorece a continuidade da condição de déficit pluviométrico no norte da Região Nordeste, nos meses da pré-estação chuvosa” (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Cptec - INPE).

A reza, até dias atrás, chamava o La Niña para o Nordeste. O fenômeno “La Niña caracteriza-se por um esfriamento anormal nas águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical.” Nos anos de ocorrência mais forte do dito fenômeno o efeito de chuvas é benéfico para o Nordeste, como 1988, 1989, 2007 e 2008. O “El Niño”, por sua vez, não favorece as chuvas por aqui. A análise científica diz que o “El Niño” está descartado, mas as chuvas ainda não estão confirmadas para o inverno de 17.

Não sei o que andam dizendo os Profetas populares... Espero que tenham melhores notícias. Observam sinais da natureza e os associam ao inverno. São experiências de várias gerações transmitidas pela oralidade e pelo gosto das coisas do sertão. Um ou outro pesquisador se animou a sistematizar. Na prateleira da internet tem algumas lições sobre o tema. A pesquisadora Neusiene Medeiros da Silva, por exemplo, sistematizou, em sua dissertação de Pós-Graduação na UFRN um dos mais objetivos resumos sobre o tema. 

Quem estuda igualmente o assunto é Arysson Soares, pesquisador e genealogista radicado em Timbaúba dos Batistas. Neusiene conta, dentre outras experiências, que se a Rolinha fizer ninhos; “pôr muito; fazer seu ninho sobre as plantas”, é sinal de bom inverno. Assim também quando as formigas saem do porão (de dentro) do açude para a parede (local mais alto). Esta experiência já presenciei anos atrás. É bastante visível a saída e o indício de que estão prevenindo uma inundação no local.

Também é sinal de bom inverno, segundo o relato encontrado, se o Caboré cantar durante a noite; “quando o Pau D’Arco flora e segura sua carregação nos meses de Setembro até Novembro”; se chover nos dias 08 (dia de Nossa Senhora da Conceição), 09 a 12 de dezembro, além do conhecido 19 de março, última grande esperança do sertanejo.

Ademais, o olhar da maioria se volta para o horizonte em buscas de relâmpagos no Ceará; a posição do vento no final do ano e as notícias de chuvas no Piauí, fora outras tantas experiências que historicamente são feitas ou observadas, inclusive, como amanhece a maré do Oceano Atlântico em Natal no dia 01 de janeiro e como anda a temperatura das poucas águas dos açudes da Região.

Evidentemente que a tecnologia aperfeiçoou e os institutos de meteorologia conseguem melhor precisão a cada ano. O semiárido nordestino, em especial, é uma das regiões mais estudadas no mundo. Mas, também os Profetas populares são imprescindíveis. São eles que observam com melhor atenção o que fala a natureza, conseguem interpretar reações, mesmo com os sinais mudando... Ora, o homem mexeu muito com a natureza e alguns sinais confiáveis de outrora desapareceram ou não conseguem refletir as mesmas informações.

De todo modo, vindo a informação de onde vier, precisamos de notícias mais animadoras em relação a um inverno generoso e restaurador. A situação é crítica e não é de hoje o aviso. Desde 2012 nos foi dito que o período seria de grave estiagem. Governo e sociedade, com o devido respeito, poderiam ter adotado medidas mais ousadas de economia, educação, tecnologia e infraestrutura hídrica. Agora, o problema é muito grave! Falta água no Seridó e perto dele. Mesmo querendo ir buscar, as alternativas são 
poucas. A seca é em todo o Nordeste.

Assim sendo, sem prejuízo de outras medidas que devem ser adotadas, quem é de reza, persevere. A força divina, com o nome que tenha sua crença, tudo pode e, a exemplo de outros momentos da história, ouvirá o clamor de misericórdia: precisamos de água; precisamos de vida!

*Fernando Antonio Bezerra é potiguar do Seridó / com post na página Bar de Ferreirnha
Foto relacionada à publicação


--
Postado por João Bosco de Araujo no AssessoRN.com em 12/05/2016 07:04:00 PM

sábado, 26 de novembro de 2016

Novidades cooperativistas. E de bananas também.

Confira a nova edição da revista e baixe aplicativo do portal EasyCOOP  
MENU DE
ACESSO RÁPIDO
 
REVISTA
Educação e cooperativismo, os alicerces para a inclusão
______________
ÚLTIMO INFORMATIVO 
De catadora a Deputada Estadual assim é a vida de Clélia Gomes
______________
GALERIA DE FOTOS
FETRABRAS recebe membros da Cooperativa de Cientistas e Dados
______________
TV EASYCOOP
Entrevista com o secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro
______________
ARTIGOS
Aifa Naomi Uehara:União, a base do cooperativismo
______________
TODOS CONTRA A DENGUE
 
______________
GUIA DE BENEFÍCIOS
Veja o o guia de benefícios dos associados.
Olá como vai?
Esta edição, a penúltima do ano, começa com a rica entrevista – no tamanho e no debate de idéias – com o secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Floriano Pesaro. Como sociólogo, ele nos deixa uma mensagem importante, que fizemos questão de destacar em manchete, a de que o cooperativismo e a educação são os dois grandes pilares para a inclusão social.

Foi uma entrevista feita com o coração. Você pode discordar de algumas ideias do nosso secretário, mas guarde, em especial, uma consideração: o cooperativismo, por gerar emprego e renda, é parte do futuro do mundo do trabalho. E, no final da entrevista, ainda recordamos a batalha que travamos juntos na Câmara Municipal de São Paulo em 2014, quando conseguimos a aprovação do Projeto de Lei 198, derrubando a exigência de as cooperativas fazerem o registro compulsório em uma ONG para poderem participar de licitações na capital.

Nas páginas centrais da edição, você encontra reportagens sobre o avanço do cooperativismo em vários estados brasileiros. Em Paragominas, no Pará, o pioneirismo está presente nos paineis de captação de energia solar da Cooperativa Brasileira de Energia Renovável, a primeira do Brasil nesse setor. No município de Terrenos, no Mato Grosso do Sul, encontramos um exemplo de sucesso e produtividade na Cooperativa Agrícola Mista da Pecuária de Corte e Leiteira e da Agricultura Familiar, formada por pequenos produtores rurais de um assentamento. Em pouco mais de dois anos e meio de existência, reúne 480 cooperados, que produzem grande quantidade de leite, verduras e legumes. Você também poderá conhecer a força do cooperativismo em Minas Gerais, em especial no campo, onde a união de agricultores familiares os transforma em gente grande. No ramo crédito, destacamos o 11º Concred Rio (Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito), realizado no final de setembro, no qual foi discutida a expansão do setor, alimentada pela confiança nele depositada pelos cooperados.

Temos ainda duas reportagens do exterior, uma sobre o avanço do cooperativismo de crédito em Angola e outra sobre a Cooperativa Social Auxilium, da Itália, que ganhou a simpatia do papa Francisco por dedicar, entre inúmeros trabalhos de inserção e assistência, atenção especial a crianças refugiadas que chegam ao país, fugindo de conflitos na África e no Oriente Médio. Por fim, na área de comportamento, você encontrará reportagem sobre o que é a bela profissão de Mestre de Cerimônia e um artigo especial sobre como devemos lidar com a dor da separação ao perdermos um ente querido.



Outra novidade, é o app do EasyCOOP. Agora você, caro leitor, terá notícias do cooperativismo aonde você estiver. O app tem notícias, galeria de fotos, eventos, cursos e a nossa revista.

Baixeo o app, na Google Play Store. Em breve disponível para Iphone.
Beijos,
Sandra Campos
Presidente
FETRABRAS – Federação Nacional dos Trabalhadores Cooperados
Editora Chefe - Portal e Revista EasyCOOP
Telefone: 11-3256-6009 ou 11-5093-5400
Celular: 11-7846-2836 TIM 948-137-799 WhatsApp
Endereço da sede da FETRABRAS/SINTRACESP
Alameda dos Jurupis, 1005 - CJ 114 - Moema
e-mail: sandra@sindicatodocooperado.org.br
_______________________________NOTÍCIAS_______________________________
Economia Solidária lança coleção natalina com produtos a partir de R$ 3 em Londrina
 O prefeito Alexandre Kireeff participou, nesta quinta-feira (17), do lançamento dos produtos de Natal produzidos pelo Programa de Economia Solidária
 
Mais valor à agricultura familiar de comunidades quilombolas
 Neste domingo (20) é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra. A data lembra a morte de Zumbi dos Palmares, ocorrida no ano de 1695
 
Cooperja e Yara realizam Seminário Técnico para bananicultores
 O objetivo foi apresentar novidades do setor e informações pertinentes aos produtores de banana da região.
 
Incentivo para empresa rural familiar contratar aprendiz é aprovado em comissão
 A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou proposta que busca facilitar às cooperativas agroindustriais da agricultura familiar e aos empreendimentos do setor o cumprimento da obrigação legal de contratar de 5% a 15% de aprendizes em seu quadro de funcionários
 
Senaes e PNUD tratam sobre inclusão social
 Economia Solidária realiza reunião com representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento da Organização das Nações Unidas (PNUD/ONU) para tratar de parceira
 
Plenário pode votar mudança no cálculo do ICMS sobre tarifas de energia
 Proposta pretende compensar queda de receita do repasse constitucional do imposto. Deputados e senadores também terão sessão do Congresso para analisar vetos e a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017
 
Comissão da Câmara dos Deputados impede a cobrança de ICMS sobre custo adicional de energia
 Importante projeto é também de interesse das cooperativas de eletrificação brasileiras
 
Cooperativa de Londrina (PR) recicla isopor
 O isopor, para muitas cooperativas, não tinha valor algum, ou vai para um aterro sanitário ou quando surge um comprador o preço é muito baixo, mas a cooperativa Cooper Região, está mudando este cenário
 
São Paulo: Conselho Estadual de Desenvolvimento da Agricultura Familiar desperta o interesse do Panamá
 O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, participou no último dia 9 da reunião do Conselho Estadual de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Cedaf-SP) da Secretaria
 
Santa Catarina: Feira da Economia Solidária estimula empreendedorismo e sustentabilidade
 Produtores da agricultura familiar do Sul do Estado estão unidos para empreender e fortalecer o seu trabalho
 
Deltan Dallagnol fala sobre crise e corrupção em Vitória em evento do Sicoob ES
 Procurador da Lava Jato realizou palestra a convite do Sicoob ES
 
Empreendedor cria marca de roupas referência dando oportunidade a presidiárias
 Certas histórias de vida conseguem alcançar o verdadeiro sucesso, para muito além do êxito financeiro, mas fazendo verdadeira diferença para a sociedade e as pessoas